Newsletter

   
KTB
show/hide Cesto de Compras (0 items)

Não disponível para compra online neste momento.

Por favor contacte-nos através do email em loja.online@ktb.pt ou procure um local próximo de si [onde comprar].

Enterokind®

tradicionalmente utilizado na cólica infantil e flatulência

O choro insistente do bebé aponta para uma das razões mais frequentes de visitas excessivas ao pediatra durante o 1º ano de vida da criança. Embora seja uma condição benigna e autolimitada, a cólica infantil constitui muitas vezes um problema frustrante para os pais, associados a níveis elevados de stress e ansiedade. Ocorre quer em bebés amamentados, quer em bebés alimentados com biberão, e em ambos os sexos.

Na literatura científica, a prevalência da cólica infantil varia entre 5%-40%, dependendo da metodologia do estudo, da população e da definição utilizada.

Qual a definicão de "cólica infantil"?

A definição comum e mais utilizada é a chamada Regra de 3: uma condição em que um bebé saudável e bem alimentado apresenta períodos de choro intenso e inexplicável que dura:

no mínimo mais do que 3 horas/dia

durante pelo menos 3 dias/semana

durante pelo menos 3 semanas.

As cólicas são mais comuns nos primeiros meses de vida e podem ocorrer até aos 4-5 meses.

Quais as causas?

A etiologia das cólicas infantis permanece desconhecida. Têm sido propostas várias hipóteses:

- hipersensibilidade à fórmula em caso de alimentação por biberão

- alteração na microflora intestinal

- gases em excesso no intestino

- hipo-/hipermotilidade intestinal

- sistema digestivo imaturo.

Também foram exploradas outros factores comportamentais (embora controversos):

- tensões familiares e

- ansiedade parental

mas não exite evidência que suportam estas teorias.

Quais os sinais e sintomas comuns?

- choro intenso, prolongado e inconsolável num bebé saudável

- irritabilidade anormal

- cólicas espasmódicas

- barriga do bebé está dura e estendida. A criança tem os joelhos contra o peito, punhos cerrados e costas arcadas

- vermelhidão no rosto

- flatulência.

Caso apareça qualquer dos seguintes sintomas no recém-nascido, recomendamos que contacte o pediatra:

- ganho insuficiente de peso

- choro agudo (mais nítido e dramático do que habitual)

- temperatura corporal anormal

- vómitos em excesso (amarelo-esverdeado, com sangue)

- alteração nas fezes (obstipação/diarreia com sangue e/ou muco)

- irritabilidade permanente (chora o dia inteiro com poucos períodos calmos pelo meio)

- letargia (sono excessivo, sem sorrisos ou olhares com interesse, chucha com pouca força)

- afundamento ou abaulamento da fontanela no topo da cabeça.

O que é ENTEROKIND® e para que serve?

O ENTEROKIND® é um medicamento homeopático complexista composto por uma combinação única de 5 medicamentos unicistas. É tradicionalmente utilizado no tratamento da cólica infantil e flatulência nos bebés e crianças pequenas.

Qual a sua composição? (Por 100g de solução)

Princípios ativos:

Chamomilla D6 dil.               10g

Cina D6 dil.                          10g

Colocynthis D6 dil.                10g

Lac defloratum D6 dil.           10g 

Magnesium chloratum D6 dil. 10g

Excipientes:

Xilitol

Glicerol 85%

Água purificada

O ENTEROKIND® contém uma pequena quantidade de álcool.

Qual a posologia recomendada?

Crianças a partir dos 3 meses até aos 6 anos de idade:

Nas queixas agudas: tomar 3 gotas de hora a hora, até ao máximo de 6 vezes/dia

Após uma melhoria: tomar 3 gotas, 3 vezes ao dia

Deixar as gotas um momento na boca antes de as engolir. Se necessário, as gotas podem ser dissolvidas num pouco de água e administradas com uma colher de plástico. Tomar as gotas por via oral meia hora antes ou após as refeições.

Durante quanto tempo pode administrar o ENTEROKIND®  à criança?

O ENTEROKIND® é um medicamento homeopático seguro e suave e pode ser administrado enquanto os sintomas persistirem.

Caso não haja melhorias após 1-2 dias com ENTEROKIND®, ou caso surjam outros sintomas, recomendamos que consulte o seu médico.

Contraindicações

Hipersensibilidade às substâncias ativas ou a qualquer um dos excipientes mencionados acima.

Interações medicamentosas

Não se observaram interações medicamentosas. A utilização deste medicamento homeopático não exclui a utilização de outros medicamentos.

Efeitos indesejáveis

Não se conhecem quaisquer efeitos secundários até à data.

Quais os benefícios chaves do ENTEROKIND®?

- desenvolvido especialmente para crianças

- adequado a partir dos 3 meses de idade

- seguro e suave: praticamente sem efeitos secundários

- boa tolerabilidade

- clínicamente eficaz

- fácil de administrar: as gotas podem ser colocadas diretamente na boca ou diluídas num pouco de água e administradas com uma colher de plástico.

Apresentação

Gotas orais, solução de 20ml

O ENTEROKIND® é um medicamento homeopático registado no INFARMED com Registo nº 5635263. 

O ENTEROKIND® não é sujeito a receita médica.

Medidas complementares

- criar um ambiente seguro para o bebé (calma, proximidade, carinho)

- embalar o bebé suavemente

- massajar a barriga do bebé suavemente com 2 dedos em movimentos circulares

- as mães lactentes devem tentar evitar bebidas gaseificadas, alimentos que provoquem gases (alho, cebola, feijão, couves etc.), e alimentos potencialmente alergénicos (produtos láctoes, trigo, produtos com nozes etc.). 

A gama MAMANATURA®

O ENTEROKIND® faz parte da gama MAMANATURA®. 

A gama MAMANATURA® é composta por produtos baseados na essência da natureza que vão ajudar a manter o bem estar e saúde dos mais pequenos, proporcionando tratamentos bem tolerados. A MAMANATURA® utiliza ingredientes em combinações específicas com eficácia comprovada. 

A nova gama MAMANATURA® é composto por 5 medicamentos homeopáticos em Portugal:

ENTEROKIND®

DENTOKIND®

CALMIKIND®

IMMUNOKIND®

KINDINORM®

 

enterokind.jpg

MenteCorpoSaúde

Adoçantes artificiais

Adoçantes artificiais

Estudos clínicos demonstraram que os adoçantes artificiais estimulam o apetite, aumentam o desejo de ingerir hidratos de carbono e produzem uma varidedade de disfunções metabólicas que promovem a acumulação de gordura e o aumento de peso.

ler mais »

Newsletter do mês

Polimedicação - Newsletter nº53

Polimedicação - Newsletter nº53

Vivemos hoje em dia um enorme e arriscado problema de polimedicação, também conhecido como a “doença do saco”.

ler mais »