Newsletter

   
KTB
show/hide Cesto de Compras (0 items)
 
Preço: € 8,89 /uni.
Quant.:            

Portes Gratis para entregas em Portugal Continental, Madeira e Açores - para encomendas superiores a 75€ + IVA e <2kg (Promoção válida para Portes de Envio apenas, não inclui Taxas de Cobrança CTT)

Ver disponibilidade por país

Países disponíveis para entrega

Portugal

NEW ERA Sal nº1

NEW ERA Sal nº 1

Elementos inorgânicos (minerais) são essenciais à vida: conjuntamente com as substâncias orgânicas permitem a construção das células. A presença de quantidades adequadas é vital para as funções biológicas do nosso organismo.

Os suplementos alimentares NEW ERA® ajudam a restaurar o equilíbrio fisiológico dos minerais, essenciais para a nossa saúde e bem-estar.

O NEW ERA nº 1 contém Calcium fluoratum - também conhecido como o sal da elasticidade - que ajuda a reestabelecer e manter a elasticidade dos vasos sanguíneos e dos tecidos. Também atua sobre as membranas celulares.

 

Quais os sintomas e sinais

  • Gretas na pele
  • Perda de elasticidade na pele
  • Má circulação
  • Dentição fraca
  • Fragilidade óssea

 

Quando se pode tomar

  • Perda de elasticidade dos vasos sanguíneos (hemorróidas, varizes)
  • Condições causadas pela má circulação (frieiras etc.)
  • Pele e lábios que gretam facilmente
  • Envelhecimento prematuro da pele
  • Distensão muscular
  • Rotura de ligamentos
  • Dentição propensa a cáries
  • Problemas articulares
  • Debilidade postural
  • Unhas e cabelo que quebram facilmente

 

Como tomar 

Adultos: deixar dissolver 2-4 grânulos na língua ou sublingual 3 vezes ao dia.

Crianças dos 4 aos 12 anos: deixar dissolver 2-4 grânulos na língua ou sublingual 3 vezes ao dia.

Tomar os comprimidos fora das refeições (½ hora antes ou 1½ hora depois), e de preferência mantê-los na boca por baixo da língua até que se dissolvam lentamente para permitir uma melhor absorção.

 

Composição

Quantidade por 12 grânulos:

d-Biotina: 10µg (20%VRN)

Fluoreto de cálcio: 84µg

Outros componentes: lactose (leite) goma arábica - emulsionante.

 

Tempo de administração

O NEW ERA Sal nº 1 é um suplemento alimentar de ação segura e suave e pode ser administrado enquanto os sintomas persistirem.

Ideal para vegetarianos.

Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado.

 

Efeitos secundários

O NEW ERA Sal nº 1 é um suplemento alimentar com boa tolerância. Não foram reportados quaisquer efeitos secundários até à data.

 

Contra-indicações

Não tome o NEW ERA Sal nº 1 caso haja uma hipersensibilidade conhecida a qualquer dos seus constituintes.

Contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este suplemento.

 

Interações medicamentosas

Pode administrar o NEW ERA Sal nº 1 juntamente com outra medicação e/ou suplemento sem qualquer interferência. Não foram reportadas interações medicamentosas até à data. Também pode tomar mais do que um tipo de NEW ERA® ao mesmo tempo (máximo de três por toma).

 

Advertências especiais

Durante a gravidez e amamentação só utilizar após orientação médica.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

 

Quais os benefícios do NEW ERA®

  • Pode ser administrado a crianças e adultos
  • Segue a fórmula original do Dr. Schussler
  • Seguro e com poucos efeitos secundários
  • Boa tolerância
  • Eficaz
  • Fácil de tomar/administrar
  • Solubilidade imediata
  • Enriquecido com biotina.

 

Apresentação

Embalagem com 240 grânulos "FastMelt".

O NEW ERA Sal nº 1 é um suplemento alimentar registado na Direção Geral Alimentar e Veterinária. Tem o código nacional de produto (CNP): 6336859.

Alimentos que, ingeridos durante o tratamento com o Calcium fluoratum, contribuem para o seu sucesso:

  • espinafres
  • lentilhas
  • sementes de sésamo
  • ervilhas tortas
  • queijo Brie
  • camarões

Newsletter do mês

Polimedicação - Newsletter nº53

Polimedicação - Newsletter nº53

Vivemos hoje em dia um enorme e arriscado problema de polimedicação, também conhecido como a “doença do saco”.

ler mais »