Newsletter

   
KTB
show/hide Cesto de Compras (0 items)

Não disponível para compra online neste momento.

Por favor contacte-nos através do email em loja.online@ktb.pt ou procure um local próximo de si [onde comprar].

Kindinorm®

Tratamento complementar para perturbações de comportamento em crianças

Apesar de ter sido feita, nos últimos anos, uma cobertura extensiva da parte dos media sobre disfunções comportamentais como a Perturbação de Défice de Atenção com Hiperatividade (PDAH), existe, no entanto, uma noção vaga e por vezes distorcida quer da condição, quer de quem dela sofre.

PDAH é uma condição crónica que afeta aproximadamente 5% das crianças e adolescentes. A prevalência é similar a nível mundial: os rapazes são aproximadamente 3 vezes mais afetados do que as raparigas.  

PDAH é caracterizada pela presença de três sintomas prinicipais:

- falta de atenção

- hiperatividade e

- comportamento impulsivo.

Estes sintomas podem estar presentes em vários graus.

 

O diagnóstico de PDAH é feito caso os seguintes critérios estejam reunidos:

- falta de atenção e hiperatividade - comportamento impulsivo está claramente presente

- o comportamento da criança não se relaciona com a sua idade de desenvolvimento

- os sintomas afetam adversamente pelo menos 2 áreas diferentes da sua vida (casa, escola, vida social, etc.)

- os sintomas iniciam antes dos 6 anos de idade

- os sintomas duram mais do que 6 meses.

 A etiologia (causa) da PDAH é, por enquanto, desconhecida, embora se assuma que haja vários fatores que possam contribuír para exacerbar esta situação:

- genética

- fatores ambientais

- fatores neurofisiológicos e

- fatores neuroanatómicos. 

 

Quais os sintomas mais comuns da PDAH?

Durante o desenvolivimento da criança, os sintomas da PDAH alteram consoante a idade.

Bebés:

Choro excessivo, inquietação física, dificuldades em adormecer, rejeição de contacto físico

Crianças pequenas:

Dificuldade em manter a atenção (muda frequentemente de jogo ou de brinquedo), explosões violentas e birras, atraso na fala, coordenção motora fraca, desajeitado.

Crianças em idade escolar:

Não obedece às regras, facilmente distraído, muito esquecido (perde as coisas frequentemente), fala em demasia ( por ex. dá respostas precipitadas nas aulas, interrompe ou intromete-se nas conversas dos outros), tem dificuldade em prestar atenção, erros de desleixo nos trabalhos de escola.

NOTA: As crianças mais pequenas podem ser muito ativas e, consequentemente, ter défice de atenção, o que é normal para a idade.   

O que é  KINDINORM® e para que serve?

O KINDINORM® é um medicamento homeopático complexista composto por uma combinação única de 4 medicamentos unicistas. É tradicionalmente utilizado como tratamento complementar para perturbações de comportamento em crianças com défice de atenção e concentração.  

Qual a sua composição? (por 10g)

Princípios ativos:

Chamomilla dil. D12                  0,025mg

Kalium phosphoricum dil. D6      0,025mg

Staphisagria dil. D12                 0,025mg

Valeriana dil. D6                       0,025mg

 

Qual a posologia do KINDINORM®?

Crianças 1-5 anos:

2 grânulos, 1 a 3 vezes ao dia

Crianças 6-11 anos:

3 grânulos, 1 a 3 vezes ao dia.

Crianças 12 anos e acima:

5 grânulos, 1 a 3 vezes ao dia.

A frequência das tomas deve ser reduzida conforme as queixas forem diminuíndo.

Deixe os grânulos dissolverem lentamente na boca. Para crianças mais pequenas, os grânulos podem ser dissolvidos num pouco de água. Tomar os grânulos por via oral meia hora antes ou após as refeições.

Durante quanto tempo pode administrar o KINDINORM® à criança? 

 O KINDINORM® é um medicamento homeopático seguro e suave que pode ser tomado enquanto os sintomas persistirem.

Caso não haja melhoria após 8 semanas com KINDINORM®, ou caso surjam outros sintomas, recomenda-se que consulte o médico.

Quais os possíveis efeitos secundários do KINDINORM®?

KINDINORM® é um medicamento homeopático bem tolerado. Não se conhecem quaisquer efeitos secundários.

Quais as contraindicações do KINDINORM®?

Hipersensibilidade às substâncias ativas ou a qualquer dos excipientes mencionados acima.  

 Interações medicamentosas

Não se observaram interações medicamentosas. A utilização deste medicamento homeopático não exclui a utilização de outros medicamentos.

Efeitos indesejáveis

Não se conhecem quaisquer efeitos secundários até à data.

Quais os benefícios chaves do KINDINORM®?

- desenvolvido especialmente para crianças

- adequado a partir de 1 ano de idade

- seguro e suave: praticamente sem efeitos secundários

- boa tolerabilidade

- clínicamente eficaz

- fácil de administrar: não é necessário engolir os grânulos. Deixe os grânulos dissolverem lentamente na boca. Para crianças mais pequenas, os grânulos podem ser dissolvidos num pouco de água e administrados com uma colher de plástico.

Apresentação

Embalagem com 10g de grânulos

KINDINORM® é um medicamento homeopático registado no INFARMED com o Registo nº 5639976.

O KINDINORM® não é sujeito a receita médica.

Recomendações gerais aos pais

- demonstrar muito carinho à criança

- passar tempo de qualidade com a criança

- elogiar a criança   

- estabelecer regras muito claras. Caso a criança não obedecer às regras, responder imediatamente e com consistência

- empenho para manter uma estrutura e rotina diária

- ter paciência 

- não usar força

- ter tempo para si próprio/a também.

A gama MAMANATURA®

O KINDINORM® faz parte da gama MAMANATURA®. 

A gama MAMANATURA® é composta por produtos baseados na essência da natureza que vão ajudar a manter o bem estar e saúde dos mais pequenos, proporcionando tratamentos bem tolerados. A MAMANATURA® utiliza ingredientes em combinações específicas com eficácia comprovada. 

A nova gama MAMANATURA® é composto por 5 medicamentos homeopáticos em Portugal:

ENTEROKIND®

DENTOKIND®

CALMIKIND®

IMMUNOKIND®

KINDINORM®

 

 

kindinormembalagem(0).jpg

MenteCorpoSaúde

Adoçantes artificiais

Adoçantes artificiais

Estudos clínicos demonstraram que os adoçantes artificiais estimulam o apetite, aumentam o desejo de ingerir hidratos de carbono e produzem uma varidedade de disfunções metabólicas que promovem a acumulação de gordura e o aumento de peso.

ler mais »

Newsletter do mês

Polimedicação - Newsletter nº53

Polimedicação - Newsletter nº53

Vivemos hoje em dia um enorme e arriscado problema de polimedicação, também conhecido como a “doença do saco”.

ler mais »